• Instagram

    Lotação esgotada! Não cabe um fio de linha aqui dentro 🙃🙃🙃 #boneco #bonecoestrela #ciadasmaos Fantoches cobras, vestem até o cotovelo e têm a boca manipulável. A molecada ama e eu também!! 😁😁😁 #bonecos #fantoche #feltro Trocadores para bebês prontinhos! ♥️♥️ Dia de sol, festa de luz! Uma ótima semana para todos nós 😘😘 Bom dia ♥️ Várias meninas fantochas nascendo por aqui hj ♥️♥️♥️ Tá passeando em Gramado? Vem conhecer a loja 😍😍#patchwork #seminole #artesanato #ciadasmaos #gramadoecanela Seminole, tá tendo! Barrados em panos de prato 😀 Panos de prato para louça de domingo! #panodeprato  #patchwork #ciadasmaos #tecido Quadrado de chão, mais um seguiu viagem. #ciadasmaos #patch #patchwork  #tapetedeatividades 😍😍
  • Quantas fraldas o Brasil descarta?

    Apenas 27% das crianças de 0-30 meses usam fraldas descartáveis, mesmo assim são descartadas:
    - 204 fraldas por segundo
    - 12. 240 fraldas por minuto
    - 734.400 fraldas por hora
    - 17.625.600 fraldas/DIA
  • Trocar 5500 fraldas DESCARTÁVEIS x 40 fraldas de PANO, é viável?

    Minha intenção com este blog é divulgar informações, dados, estatísticas a respeito do uso de fraldas. Quais são os impactos do uso de fraldas descartáveis? Quais são as desvantagens do uso de fraldas de pano? Viabilidade, sustentabilidade, impacto ambiental. O que pesa mais? Um lixão sobrecarregado de fraldas a céu aberto ou um sistema de águas sobrecarregado de água, sabão e dejetos fecais?

Nova série: Meio Ambiente x Grandes Empresas – Parte I

Coelhinho da páscoa é branco?

http://www.procter.com.br/pg/contact/index.html#ambiente

Meio Ambiente

2. O que significa ser biodegradável?
Significa que um material pode se decompor em componentes mais simples por meio de uma ação biológica natural. O desenvolvimento de produtos e embalagens que sejam biodegradáveis após descartados parece, à primeira vista, uma boa idéia. De fato, o ideal seria que todos os restos sólidos voltassem à natureza sem deixar resíduos. Entretanto, não é assim que funciona e, acreditar que o fato de ser biodegradável resolva todo o problema dos restos sólidos, é muito simples.
Existem 2 considerações importantes para determinar a conveniência da biodegradabilidade dos materiais. A primeira é que alguns materiais podem se decompor em substâncias maléficas que voltam à terra, à água ou ao ar, tais como o gás metano. Em casos assim, é preferível a utilização de materiais não biodegradáveis, como o plástico. Nota da Bettina (1): é por isso que agora temos grandes campanhas para a redução de sacolinhas plásticas nos grandes centro. A segunda consideração refere-se ao tempo que leva para a decomposição dos restos. O ritmo da decomposição depende de vários fatores, como a umidade, o oxigênio, a temperatura, a quantidade de microorganismos e a presença de agentes inibidores e de nutrientes. Entretanto, dadas as condições dos depósitos de lixo (encontram-se cobertos de restos a tal ponto que impedem a passagem de ar, água e luz, retardando assim o processo), a decomposição chega a levar tanto tempo que deixa de oferecer um benefício real. Nota da Bettina (2), o problema então não seria o plástico em si, o grande vilão da história são os aterros, aham, claro!

3. O que ocorre com a fralda/absorvente quando descartados? Esses produtos são biodegradáveis?
A celulose é uma matéria prima biodegradável (é o mesmo material-base utilizado na fabricação de produtos como lenços de papel, papel higiênico e toalhas de papel). Os outros componentes desses produtos não são biodegradáveis, mas representam uma parte muito pequena?? do total de resíduos sólidos. Nota da Bettina (3) Em torno de 2% do lixo doméstico, num grande centro, é composto por fraldas descartáveis.  Em SP, isso pode ser traduzido como 260 toneladas/dia. OK, no artigo é citada a parte plástica da fralda, mas não há como desmembrar a parte  celulósica da plástica na hora de jogar a fralda no lixo. http://oglobo.globo.com/sp/mat/2007/04/17/295401671.asp


4. O que a P&G está fazendo para encontrar uma alternativa para os componentes não biodegradáveis da fralda/absorvente?
Embora a tecnologia não tenha criado um substituto prático para esses componentes, a P&G continua avaliando diversas fontes de materiais que podem ser adequados a esses produtos. Nota da Bettina (4), já existem fraldas biodegradáveis! Sim, são mais caras, mas a tecnologia já foi definida.  
http://www.treehugger.com/files/2005/12/gdiapers_the_ne.php

 

5. O que acontece com o plástico da fralda/absorvente?
Não temos conhecimento de publicação alguma que indique o índice de decomposição para o revestimento de polietileno. Nota da Bettina (5) http://www.compam.com.br/decomposicao.htm  basta dar um google com “decomposição + plástico” Na realidade, a decomposição de qualquer material depende, em grande parte, das condições de oxigenação e umidade dos aterros. Entretanto, em termos gerais, é certo que o plástico, como o polietileno, é um material que se mantém inalterado por muito tempo.
 

6. Por que utilizar plástico na embalagem? Existe alguma vantagem nesse material?
As embalagens de plástico têm uma série de vantagens, entre elas:
Maior durabilidade do que as de papelão.
Menos peso para o transporte do produto.
Ocupam menos espaço para efeito de armazenamento.
Protegem contra umidade.
As embalagens de plástico são recicláveis.
Representam uma economia de energia, que é um fator importante para a preservação de nosso meio ambiente; consomem 5 vezes menos energia do que seria necessário para a fabricação de caixas de papelão.
São seguras e não tóxicas. A segurança dessas embalagens foi comprovada tanto a nível de uso como refugo. Apesar de não biodegradáveis, se decompõem sem o menor índice de toxidade.
As embalagens de plástico podem ser queimadas sem risco algum.
O uso de embalagens de plástico reduz a quantidade de embalagens que se descartam e passam a fazer parte do grosso dos desperdícios sólidos. Esta redução é de 80% se comparada às embalagens de papelão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: